A chegada do irmãozinho

A vontade de ter o segundo filho já estava nos planos do casal, mas como preparar o primogênito para a chegada do irmãozinho? Nessa hora, é necessário ter um diálogo aberto e cuidadoso para expor tal situação ao pequeno, pois não se sabe ao certo como será a sua reação. Das duas, uma: ou ele irá esperar o novo bebê com muito entusiasmo e alegria ou com ciúmes e birra,  percebendo o novo irmão como um “invasor”.Segundo a psicóloga Anette Lewin, é mais preocupante quando a criança não manifesta nenhuma reação perante a notícia. “Sentir ciúme pela chegada do irmão significa que ela está conectada com a realidade. Ela pode fazer birra, chorar ou ficar quietinha. Essas reações são normais e passam". ;) Voltar a agir como bebezinhos, fazendo xixi na cama ou retrocedendo nas brincadeiras, em vez de se comportarem de acordo com suas idades é um sinal de que a criança não está confortável com a novidade.Saiba o que fazer, antes e depois da chegada do nenê, para que seu filho se ambiente e aceite o novo integrante da família: Antes

  • Deixe que o primogênito sinta o bebê na sua barriga;
  • Integre seu filho no processo de escolha do nome;
  • Envolva seu filho na escolha dos móveis, roupas e brinquedos para o quarto do bebê;
  • Leve-o a uma ou duas consultas pré-natais e, em especial, ao ultrassom;
  • No período próximo ao nascimento, evite fazer transformações bruscas no cotidiano do mais velho, como tirar a chupeta, alterar a decoração do quarto dele ou trocá-lo de escola;
  • Ressalte como ele cresceu e destaque todas as suas conquistas.

  Depois

  • Nunca compare o novo bebê com o filho mais velho;
  • Não tire coisas do primogênito para dar ao mais novo, como brinquedos, roupas, berço etc.;
  • Deixe-o ter contato com o bebê, segurando o pequeno no colo, fazendo carinho, acompanhando a troca de fraldas e a hora da amamentação. As crianças adoram sentir-se úteis. ;)
  • Programem saídas, de vez em quando, somente com o filho maior, mostrem que ele continua tendo a atenção de vocês e que estão sempre prontos para ajudá-lo;
  • Se a criança maior reclamar de que só o bebê ganha presentes, explique, com jeitinho, que ele já possui tudo de que precisa para ficar confortável e que o outro ainda não;

Como disse a psicóloga citada, essas reações de ciúmes são normais e logo passarão. Basta o primogênito receber a atenção, o carinho e a compreensão dos pais que tudo ficará bem! :)  


Dicas de limpeza para todas as necessidades da casa. Se você está combatendo as manchas, clique aqui e descubra como limpar quase tudo!