Ajude seu filho no processo de alfabetização

A maioria das crianças fica com os olhinhos brilhando quando passa por um outdoor e vê aquelas palavras estampadas com letras tão grandes que parecem estar pedindo para serem decifradas. Situação tão comum e esperada como a ansiedade por aprender a ler logo quando entram na escolinha. Em meio aos brinquedos, a professora estimula o aprendizado da escrita da criança por meio de tarefas como contornar as letras do próprio nome ou colar a palavrinha ao lado do desenho que a representa.

E, assim, o pequeno vai “mergulhando” em um novo e delicado processo: o da alfabetização. O papel dos pais é fundamental nesse período, pois a interação da criança com a língua escrita  tem de ser feita nos mais variados contextos, não se limitando apenas à sala de aula. Uma criança que é apresentada a variados ambientes, nos quais as situações de leitura são instigantes, divertidas e diversificadas, terá mais interesse e, provavelmente, irá alfabetizar-se com mais facilidade, segundo a educadora Maria Betânia Ferreira.

Por isso, é essencial que a família ofereça ao pequeno várias opções de leitura e que faça dessa hora um momento de puro prazer e alegria.

Levá-lo a uma biblioteca, apresentar a ele os diferentes livros e deixá-lo escolher um que seja apropriado à sua faixa etária para levar para casa e começar a leitura é uma ótima forma de ajudá-lo no processo de alfabetização. Além dessa ideia, trouxemos outras dicas para os pais participarem dessa fase, juntinho dos seus filhos:

  • Reserve um tempo para acompanhar as tarefas de seu filho;
  • Na hora de ler, vá passando o seu dedo e o dela nas palavras;
  • Faça a leitura para a criança em voz alta e, depois, peça que leia também;
  • Opte por textos e livros mais simples, curtos e de fácil entendimento;
  • Incentive-a confeccionar a lista do supermercado;
  • Leia e escreva as palavras mais difíceis para a criança;
  • Caso ela esteja com muita dificuldade na hora da leitura, reveze: leia uma página e ela, a outra;
  • Demonstre motivação, paciência e interesse pelo que a criança está escrevendo e lendo;
  • Se a criança demonstrar desinteresse pelo convite à escrita e leitura, busque outro horário ou outro momento para lerem juntos. Só não vale insistir. ;)
  • Ao finalizar a leitura de um texto, pergunte o que ela achou, de que mais gostou, fazendo aflorar o seu senso crítico;
  • Incentive e elogie cada avanço e conquista nesse processo. E o mais importante: não tenha pressa, afinal, cada criança possui o seu próprio ritmo. :)

Dicas de limpeza para todas as necessidades da casa. Se você está combatendo as manchas, clique aqui e descubra como limpar quase tudo!