Aprendendo na experiência das refeições

Quando a gente conversou com a Tatu e a Pat sobre levar as crianças para a cozinha, elas falaram sobre como acham legal essa convivência da família em torno da comida, você se lembra? Eu também acho que é um carinho e um tempo superbem aproveitado! Vi também uma pesquisa realizada pela Knorr que mostrou que o costume de sentar à mesa juntos pode ser ótimo para fortalecer o relacionamento com os filhos, estimular o aprendizado e o desenvolvimento infantil, isso sem falar na economia, não é? ;) E olha que legal o que trouxemos aqui para o blog. Fizemos umas perguntinhas para a Camila Grynszpan, que é psicóloga e coordenadora do projeto Knorr Refeições em Família no Instituto Sidarta. Confira o que ela contou pra gente.  

 

OMO - Qual é a importância das refeições em família para o desenvolvimento das crianças? E para a convivência entre mães e filhos? Camila : Os benefícios são muitos. Crianças em famílias com esse hábito têm melhor desempenho escolar, vocabulário mais enriquecido e são menos antissociais. Elas ficam mais confiantes e menos sujeitas ao bulling, e é menos provável que venham a ter problemas com o álcool e as drogas. É ótimo para a sociabilidade também; elas interagem melhor com os colegas e outros adultos.  Além disso, adquirem hábitos saudáveis, ficam menos propensas a se tornarem obesas, ingerem maior quantidade de frutas, verduras e grãos integrais. E para a convivência, há o estreitamento dos laços afetivos, maior proximidade mãe e filho.

 

OMO: Qual é a maior dificuldade que as mães encontram para promover esses momentos? Camila: A questão do tempo (correria do dia a dia e horários diferentes) e a televisão, que acaba sendo uma barreira e dificulta a interação mãe e filho. Em muitas famílias, as brigas podem ocorrer nesse momento, tornando-o nada prazeroso.

 

OMO: Que dicas você pode dar para mães e filhos aproveitarem os benefícios das refeições em família? Aproveitar o momento da refeição para estarem e passarem mais tempo juntos, envolver a criança desde o momento da escolha da comida e do preparo, puxar assunto com a criança, conversarem sobre questões do dia a dia, como a escola, família. É legal não trazer problemas à mesa como dívidas, reclamações etc., testar juntos receitas novas, decorar o prato de forma atrativa e, se possível, desligar a TV... Achei muito bom o papo com a Camila! E você? O que achou? A gente está super a fim de saber o que você pensa sobre esse assunto também! E olha só. Encontrei esse vídeo aqui sobre o Poder das Refeições , da Lya Luft. Lindinho, né? E tem também este aqui , em que a Ester, mãe do blog Saber é bom demais , fala de como a comida tem a ver com a convivência dela com os filhos.

Gostou? Conte para a gente como são os momentos de refeição na sua casa!

Dicas de limpeza para todas as necessidades da casa. Se você está combatendo as manchas, clique aqui e descubra como limpar quase tudo!