Brincadeira de criança: Amiguinhos da Bagunça e brincadeiras para se sujar

Brincar de se sujar e ter a liberdade de brincar criativamente com os amigos não é apenas bom para o desenvolvimento da criança, mas também aumenta a sua capacidade de se exprimir, e os ajuda a fazer amigos para a vida toda. A série de posts Amiguinhos da Bagunça celebra as experiências e amizades da infância pela partilha de memórias das brincadeiras narradas por pessoas em todo o mundo. Esperamos que essas histórias tragam a tona algumas lembranças de sua própria infância e que sejam uma fonte de inspiração de atividades recreativas para desenvolver com os seus filhos em casa.

Brincadeiras para crianças: inventando jogos e fazendo amigos

Anindita, de 29 anos é original de Jacarta na Indonésia e sua amiga de infância Marisa, estabeleceram uma amizade para a vida ao inventar jogos, ganhando confiança para tentar coisas novas. As memórias das brincadeiras da infância de Anindita mostram o quanto há para descobrir sobre deixar as crianças serem livres para explorar e experimentar.

Então, Anindita, como você conheceu Marisa?

Nós somos amigas desde que éramos crianças. Nossos pais eram amigos, e eles nos traziam com eles quando iam passar o tempo juntos. Então, a gente aproveitava para brincar. Todo fim de semana, íamos todos para a praia de Anyer, que fica cerca de duas horas de Jacarta, ou Puncak, uma serra um pouco mais longe. Eu tinha outros amigos e vizinhos, mas ninguém era como Marisa. Com ela, o relacionamento era muito mais próximo.

Vocês devem ter feito algumas travessuras juntas

Marisa vivia em Radio Dalam, e eu vivia à menos de 15 minutos no Haji Nawi. Eu ia até a casa dela e esperava até a minha mãe vir me pegar. Lembro-me de uma vez que construímos uma verdadeira barraca no jardim, com cordas e tudo mais. Também gostávamos de colecionar pétalas coloridas, folhas e sementes, e depois misturá-las todas juntas em uma tigela. Nossas mãos ficavam muito sujas e fedorentas, e nossas roupas ficavam manchadas com as plantas e flores. Era muito divertido. Nossos pais não se importavam quando voltamos para casa com a roupa suja. Era natural para nós brincar assim.

Soa como se vocês fossem muito livres para inventar os seus próprios jogos

Sim, nós adorávamos explorar! Marisa tinha medo de um monte de coisas, porque sua mãe era protetora, por isso eu incentivei Marisa a ter a coragem de tentar coisas novas. Ela é mais destemida agora. Nós crescemos como pessoas que não têm medo de experimentar coisas novas.

Como é quando vocês estão juntas agora?

As bobagens que gostávamos naquela época permanecem as mesmas até hoje, e isso é uma das coisas que eu aprecio mais. Nós ainda somos tão próximas quanto um envelope é de um selo, mesmo que agora vivemos separadas por um oceano. Estou em Jacarta e Marisa vive em Perth. Nós conversamos muito on-line e sempre nos mantemos atualizadas. Posso pedir conselhos a ela a qualquer hora, sobre qualquer coisa, de romance à família. Quando vemos uma a outra ainda brincamos muito. Nós encaramos a vida da mesma maneira e nos damos muito bem. Ela me entende e vice-versa.

A sua amizade com ela influenciou você como uma mãe?

Como Marisa e eu temos sido melhores amigas desde que eram muito jovens, há uma possibilidade de que eu venha a usar a minha amizade como um exemplo quando minha filha Zita, que tem dois anos, tiver o seu próprio melhor amigo. Marisa não conheceu Zita pessoalmente, apenas através do Skype, mas Zita é a principal razão pela qual temos conversando bastante recentemente. Marisa tem ensinado Zita como passar batom, ler um livro, até mesmo “roubar o seu nariz”! Estou muito feliz que a minha melhor amiga está envolvida na vida da minha filha.

Parece que a Marisa realmente inspira a pequena Zita

As crianças devem explorar o seu mundo, e não serem limitadas. Elas devem ter a liberdade de se expressar.

Ajude seus filhos a explorar assim como Anindita e Marisa fizeram

Anindita e Marisa se tornaram amigas através de ousadia para explorar, brincar e se sujar. Se você se inspirou por suas memórias de infância e quer ajudar seus filhos a se sentirem mais confiantes para explorar e criar, aqui estão alguns adoráveis tipos de brincadeiras que eles poderiam fazer com seus amiguinhos.

Fazer poções coloridas

Tudo o que eles vão precisar para isso é uma garrafa ou uma tigela, e qualquer líquido que você tiver a mão e que você não se importa que eles usem, como azeite, detergente líquido ou mesmo água colorida. Você também pode escolher uma cor de corante alimentício e pedir a eles que misturem os ingredientes para fazer a poção. Não é apenas diversão, essa brincadeira também ajuda a ensinar-lhes sobre as cores e como líquidos de densidades diferentes se misturam. Como eles estão criando poções você pode incentivá-los a contar o que cada poção poderia fazer, talvez uma poção verde poderia transformar uma planta em um sapo ou uma poção azul poderia fazê-lo voar.

Coletando flores e folhas para fazer colagens

Incentive seus filhos a pegarem folhas e flores no jardim, ou no parque, e trazê-las para casa para fazer uma colagem colorida. Use um pouco de cola para colar cada uma das flores e folhas individualmente em uma grande folha de papel. Eles terão de pensar sobre a imagem que eles estão tentando criar, poderia ser um grande campo de flores ou eles poderiam começar um guia botânico para que eles aprendam a reconhecer as flores diferentes no futuro. Não se preocupe com as manchas do pólen das flores. A lavagem normal com o seu OMO favorito deve removê-las, mas se as manchas forem mais difíceis, deixe as roupas de molho com OMO líquido e, depois, lave novamente no ciclo normal.

E você criou muitas peças coloridas com flores quando criança? Conte-nos suas ideias que poderiam inspirar os pais de hoje. Clique aqui para mais atividades infantis!

Dicas de limpeza para todas as necessidades da casa. Se você está combatendo as manchas, clique aqui e descubra como limpar quase tudo!