Jogos de educação física: Amiguinhos da Bagunça e brincar de pular corda

Quando as crianças se reúnem e brincam, a imaginação delas pode correr solta, o que é uma das melhores coisas para o desenvolvimento das crianças. Ser livre para criar seus próprios jogos e construir seus próprios mundos imaginários juntos é ótimo para criar confiança e desenvolver habilidades sociais.. A série de posts Amiguinhos da Bagunça celebra essas experiências e amizades através da partilha das memórias das atividades infantis de pessoas em todo o mundo.

Enquanto este artigo traz à tona algumas de suas memórias, nós esperamos que essas histórias inspirem você a desenvolver novas brincadeiras e atividades lúdicas para brincar com os seus pequeninos em casa.

Brincadeiras para educação física: a amizade que surgiu pulando

Falamos a jovem Cigdem de 27 anos de Istambul, na Turquia, que tem sido o melhor amiga de Ezgi, 28 anos, desde que elas se conheceram na escola primária, aos sete anos. Aqui, Cigdem explica como brincar de casinha e fingir serem estrelas do pop a ajudou a estabelecer uma amizade para toda a vida.

Então, Cigdem, como você conheceu Ezgi?

Nós nos tornamos amigas na escola. A amizade não começou muito bem. Eu estava no playground e Ezgi se aproximou de mim com algumas outras meninas, e elas estavam todas rindo de mim. Fiquei chateada, mas depois Ezgi veio e pediu desculpas. Ela veio na minha casa e minha mãe fez bolo para nós. Ficamos amigas desde então, e a maioria das minhas memórias de infância são com ela.

Vocês devem ter passado muito tempo juntas

Passamos todo o tempo que podíamos juntas. Nós éramos inseparáveis na escola primária, e nós brincávamos muito juntas em casa. Nós crescemos juntas e compartilhamos um monte de experiências.

Que tipo de experiências?

Nossa coisa favorita de se fazer era fingir que éramos mais velhas e brincar de casinha. Meus ursinhos de pelúcia faziam o papel dos nossos maridos, e Ezgi e eu éramos as donas de casa. Criamos um mundo que precisava de um monte de tarefas domésticas. Fazíamos cafés da manhã e fingíamos que éramos vizinhas e estávamos visitando uma à outra.

Também gostávamos de fingir que nós éramos pop stars, segurando um esfregão de chão como um microfone. Nós costumávamos rir muito ao fazer isso, e nossos pais vinham nos ver cantar. Nós amávamos pular e muitas vezes pegávamos a corda para pular, podíamos ficar pulando por horas. Eu me machuquei muitas vezes quando estávamos pulando, mas eu não me importava. Lembro que uma vez eu machuquei minha perna e fiquei com a minha roupa coberta de sangue. Outra vez, brincamos de casinha e cozinhamos alguma coisa na cozinha com minha avó.

Você e Ezgi que decidiam sozinhas do que vocês iam brincar?

Sim. Brincar sem adultos e compartilhar algo faz você se sentir como um adulto. Ezgi era quem iniciava a maioria dos jogos, mas felizmente nós gostamos das mesmas coisas. Brincar de casinha era um ritual especial para nós duas. Eu acho que isso nos ajudou a conhecer o caráter uma da outra muito bem. Também nos ajudou a saber quem nós éramos. Brincando juntas como crianças moldou a nossa personalidade, agora temos valores morais semelhantes.

Vocês ainda tem muita coisa em comum?

Nós somos melhores amigas. Ela vem para Istambul várias vezes por ano, e eu tento ir para Izmir para vê-la. Eu sei tudo sobre ela e ela sabe tudo sobre mim. Acho que só um melhor amigo pode saber tudo da sua vida. Quando chegamos à adolescência, percebi que ela seria sempre parte da minha vida. Quando você passa pelas primeiras decepções na vida, você olha ao redor e  vê quem está lá por você. Ezgi estava lá e tem estado desde então.

Ajude a desenvolver habilidades sociais de seus filhos durante as brincadeiras

Cidgem e Ezgi cresceram juntas e construíram uma amizade sendo criativas e aprendendo a se comunicar uma com a outra ao longo do caminho. Se você ficou inspirada com essas brincadeiras de infância, e quer ajudar seus filhos a ter experiências semelhantes de proximidade com os seus amigos, aqui estão algumas atividades recreativas para compartilhar com eles.

Brincar de casinha

Como Cigdem e Ezgi mostraram, brincar de casinha é uma ótima maneira para as crianças desenvolverem sua imaginação, criando a sua própria versão de um mundo adulto. Eles podem encenar qualquer atividade, de cozinhar o almoço para a família até festas em casa para receber os amigos. Tente não guiá-los muito, apenas compartilhe algumas ideias para que eles comecem e deixe-os tomar o controle, e usar toda a sua imaginação.

Jogos de pular

Ezgi e Cigdem também passaram muito tempo apenas brincando de pular corda. Você pode encorajá-los a inventar as suas próprias regras do jogo, com diferentes padrões de pular e contar. Como contou Cigdem, há uma chance de se machucar enquanto pulam, mas não se preocupe, a Turma das Manchas ajuda você a remover qualquer sangue em suas roupas de algodão, manchas de sangue vão sair se você mergulhar a tecido em água fria imediatamente e, em seguida, lavar no ciclo normal da máquina com o seu OMO favorito.

Que brincadeiras de infância suas ajudaram a desenvolver suas habilidades sociais? Compartilhe algumas ideias para ajudar as crianças a fazerem amigos na seção de comentários.

Dicas de limpeza para todas as necessidades da casa. Se você está combatendo as manchas, clique aqui e descubra como limpar quase tudo!