Dicas para pais

Como diferenciar o choro do bebê

O choro é a primeira forma de comunicação do bebê com o mundo à sua volta. Mas como diferenciar os tipos de choro?

Atualizado

O choro é a primeira forma de comunicação do bebê com o mundo à sua volta. Segundo a psicóloga Cynthia Boscovich, “chorar é sinal de saúde para os nenês” e é dessa maneira que eles conseguem chamar a atenção dos outros e demonstrar que algo os incomoda. Mas como diferenciar os tipos de choro? Nessas horas, o instinto maternal entra em ação e dá uma forcinha para identificar o que o pequeno está sentindo. Além disso, existem algumas dicas que também ajudam a saber o motivo dos chorinhos:

  • A fome pode ser caracterizada por gemidos semelhantes a um apelo, que só cessarão quando o bebê estiver satisfeito.
  • Gritos agudos seguidos de um pequeno intervalo sinalizam dor.
  • Se o pequeno estiver chorando fraquinho e estridente, verifique se a fralda está suja ou se a roupa está desconfortável.
  • A cólicanormalmente leva o nenê a esticar e encolher as perninhas, ficar com o queixo trêmulo, fazer cara de dor e chorar de forma aguda e intensa.
  • Choro meloso, que ocorre ao fim de um dia movimentado, pode ser excesso de estímulo ou irritação.
  • Choramingo nervoso e agitação é sinal de que o pequeno está com soninho. Às vezes, um leve chorinho significa apenas que o seu filho está pedindo um pouco mais de carinho e, ao pegá-lo no colo, ele irá acalmar-se, sentindo-se amado e protegido.

:) Para evitar cólicas, faça massagens na barriga do seu bebê e mexa suas perninhas, como se estivesse pedalando, de duas a três vezes ao dia. Lembre-se de que as crianças são diferentes, portanto o choro do seu filho não necessariamente será igual ao choro de outro bebê. ;)

Se a choradeira persistir, não tente medicá-lo por conta própria. Procure a ajuda do pediatra de sua confiança.

Esse artigo foi útil?