O Selo Aqui se Brinca e a importância do Brincar no espaço escolar

Quanto tempo as crianças tem para brincar com outras crianças? Esse tempo é diário? Acontece somente na escola? E na escola, as crianças encontram espaço e tempo para brincar? Com quem elas brincam na escola? Com que tipo de brinquedos? Como é a mediação desses momentos? E tem espaço para a natureza?

Para entender essas questões tão importantes para nossas crianças, para aprender com as experiências e soluções das escolas que atendem crianças de 0 a 12 anos, para difundir e valorizar a prática do Brincar em espaços escolares, OMO lançou o Selo Aqui se Brinca.

A edição de 2009 contou com a participação de mais de 1700 escolas do estado de São Paulo, e a cerimônia de premiação aconteceu no dia 27 de outubro. Confira aqui as escolas premiadas. Vamos contar um pouco para vocês do que está nos bastidores desse projeto, que tem muita reflexão e experiência!

Em primeiro lugar, vale dizer que existem diversos tipos de brincar, e o conceito que fundamenta o Selo Aqui se Brinca aborda a valorização do Brincar por todo o espaço escolar, propondo uma investigação sobre: tempo e espaço, compreensão do brincar; materiais e propostas; formação de professores no tema e relacionamento entre escola e comunidade.

OMO entende que o direito ao brincar é fundamental em qualquer infância. É nas escolas que as crianças permanecem grande parte do dia, um espaço que permite as brincadeiras ao ar livre e sem preocupações, que oferece oportunidades de socialização, e de convivência com outras crianças, de diversas faixas etárias, fora do contexto familiar. Como exemplo, alguns pontos considerados positivos na análise das inscrições pelas escolas foram.

  • Criança como sujeito do brincar;rn- Respeito ao tempo e ao ritmo da criança;rn- Espaços desafiadores, com exploração autônoma e livre pela criança
  • Simplicidade e flexibilidade nos materiais e espaços
  • Interação e investigação com a natureza e seus quatro elementos, mesmo nos espaços reduzidos
  • Valorização da diversidade entre crianças e das diferentes faixas etárias brincando juntas
  • Participação da comunidade do entorno e intervalo maior do que 15 minutos, principalmente em escolas do Fundamental 1. Com tudo isso em vista, o processo de seleção do Selo Aqui se Brinca envolveu

1ª Fase:

Escolas responderam a um questionário online, elaborado junto ao Instituto Sidarta, parceiro de OMO no projeto, e à Ipsos, renomado instituto de pesquisa

2ª Fase:

Pedimos às escolas mais bem colocadas que enviassem fotos e vídeos comprovando as atividades decritas no questionário da primeira fase. Comissão de especialistas: Lourdes Atié, Marcos Ferreira Santos, Renata Meirelles, Giovana Barbosa e Marilena Flores entraram para analisar esses materiais, compara-los ao questionário respondido na primeira fase, e definirem as escolas vencedoras e reconhecidas com o Selo Aqui se Brinca. Os pais, parceiros da escola e responsáveis pela formação de seus filhos, possuem um papel importante nesse debate.

Envolvidas no desenvolvimento de seu filho, propomos que se inspirem nas questões levantadas pelo Selo Aqui se Brinca para refletir sobre o tempo e o espaço do brincar na escola de seu filho.rnGostaríamos de compartilhar com vocês trecho de um poema de Loris Malaguzzi. E esperamos que compartilhem aqui conosco suas idéias!

"A criança tem cem linguagensrncem mãosrncem pensamentosrncem maneiras de pensarrnde brincar e de falar.rnCem, sempre cemrnjeitos de escutarrnde se surpreender, de amar.rnCem alegriasrnpara cantar e compreenderrncem mundosrnpara descobrirrncem mundosrnpara inventarrncem mundosrnpara sonhar."(trecho do poema As Cem Linguagens da Criança, de Loris Malaguzzi)