Como economizar água em casa: fatos e dicas


Há muito mais água do que terra na superfície do nosso planeta, com 2/3 da Terra cobertos por esse líquido. Porém, dessa fração, aproximadamente 70% referem-se às aguas do oceano, impróprias para consumo devido à concentração de sal. É muito importante que os seus filhos, à medida do possível, aprendam esses fatos. Caso contrário, pode ser que eles não entendam que aquela imensidão azul que eles observam nos mapas, possa não ser suficiente para a manutenção de todo o planeta.

Explicando sobre os maiores responsáveis pela poluição da água e sobre as consequências que a falta de água potável teria no futuro das pessoas e do meio ambiente, te ajudará a garantir que as atitudes para evitar o desperdício de água que você quer pôr em prática na sua casa não se deem somente na sua presença, e que tanto você quanto seus filhos tenham a motivação necessária para pô-las em pratica.

Como economizar água: envolvendo os seus filhos

Você sabe o que fazer: certificar-se de que torneiras e chuveiros não estão vazando e de que sua higiene pessoal e da casa seja feita de maneira econômica e inteligente. Veja agora algumas dicas de OMO para que seus filhos façam o mesmo.

Uso pessoal:

Quando se pensa em desperdício de água em casa, o primeiro vilão que vem em mente é o banho. Porém, outras atividades mais curtas, como lavar as mãos ou escovar os dentes, são mais frequentes, e podem resultar em um impacto semelhante. É importante que seu filho saiba que deve fechar a torneira enquanto se ensaboa ou escova os dentes, mas como conscientizá-lo do valor da água tratada que sua família recebe em casa e do privilégio de havê-la disponível? Uma boa ideia seria uma visita a uma estação de tratamento de água. Informe-se na escola de seu filho se há alguma na programação e se não, sugira.

A conscientização sobre o tempo e processos necessários para tornar a água própria para consumo pode sim ter um grande impacto na relação de seu filho com a água que se perde ralo abaixo enquanto ele aplica o xampu ou escova os dentes.

Em casa:

Quando seu filho estiver apto a ajudar em algumas tarefas da casa, certifique-se de que você explique como economizar água durante o processo. Tais atividades (tanto quando realizados manualmente ou com o apoio de eletrodomésticos) geram resíduos que acabarão na água. O uso de máquinas de lavar louça e roupa só deve ser feito quando esses aparelhos estiverem cheios. Além disso, algumas roupas não precisam de uma lavagem longa. Há produtos com fórmulas que removem as manchas mais difíceis das suas roupas, até mesmo no ciclo rápido.

Uma boa maneira de conversar com seu filho sobre as consequências da poluição da água para o meio ambiente é explicar como vida dos peixinhos e das plantas que vivem nos rios ao redor deles são afetados. Relacione-os a animais e plantas que fazem parte da vida de seu filho. Outra maneira seria alertar sobre a impossibilidade de nadar ou brincar em rios e praias onde a poluição da água seja alta. Imagine que triste seria ver as brincadeiras ao ar livre durante o verão tão limitadas!

Plantas e Animais:

Cuidar de plantas é divertido e uma ótima atividade . No entanto, estimule o uso de um regador ao invés de água corrente, assim somente a quantidade necessária de água será usada. O mesmo se aplica à higiene dos animais. Considere sempre a frequência mínima necessária. Gatos criados em apartamento, por exemplo, raramente precisam de banhos.

Essas são algumas dicas simples. Certifique-se de que você siga esses conselhos de maneira sistemática. Bom exemplo em tarefas cotidianas – dentro e fora de casa – é fundamental, e o meio ambiente agradece! Para encontrar outras maneiras de ajudar o meio ambiente clique aqui!

Dicas de limpeza para todas as necessidades da casa. Se você está combatendo as manchas, clique aqui e descubra como limpar quase tudo!